Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 7 de agosto de 2010

Um Olhar Positivo

O modo como encaramos a vida varia de pessoa para pessoa. Isso é fato!
Percebam essas duas histórias: um homem tinha tudo para ser infeliz, seu pai se suicidara quando era criança, e depois seu melhor amigo foi pelo mesmo caminho. Cresceu, se casou e descobriu que seu filho não era seu. Sua mulher o havia traído. Mas ele deu a volta por cima, casou-se de novo e considera-se realizado. Uma mulher tinha tudo que poderia querer. Estava prestes a se formar em medicina, tinha um namorado digamos perfeito, com quem ela planejava formar uma família. Possuía vários amigos e uma família que lhe dava apoio incondicional. Mesmo assim, sofre de falta de auto-confiança, é oprimida pelas escolhas que fez na vida e sente-se extremamente infeliz e só sabe tomar decisões na presença de seu namorado.
Conclusão: apesar de soar como babaquice, nossa felicidade vem da maneira como encaramos a vida. Cientistas garantam isso. E eu também!
Vejam esse outro caso: eram dois irmãos: um extremamente otimista e outro pessimista. Era natal e o pessimista ganhou uma bicicleta de presente. Não satisfeito saiu gritando aos quatro cantos que seus pais queriam que ele morresse. Que o agrado o faria cair, se machucar, quebrar uma perna, esfolar a cara.
O outro irmão, ganhou de natal um saco cheio de estrume. Correr rua fora gritando:-Cadê meu cavalinho? Cadê meu cavalinho?
O primeiro passo para ser mais feliz começa por ai; mudar a maneira como encaramos nossas adversidades:uma fracasso é uma tragédia ou oportunidade de aprender?
Certa vez li que Nelson Mandela era um cara otimista. E não é para menos. Numa entrevista ele declarou:-'' No meu país nós vamos para a primeiro e depois nos tornamos presidentes'', demonstrando além de um bom-humor aparente, uma atitude positiva depois dos quase 20 anos em que ficou preso.
Quer saber? Ser feliz não é tão fácil. Engloba vários pormenores que devemos prestar atenção.
Mas ser otimista é a chave para tal.
O bem-estar não é caracterizado pela felicidade constante, e sim por uma atitude positiva permanente.
Devemos ser gratos. Mas isso não significa dizer apenas obrigado por um presente ou favor.
Dar valor as coisas simples também é bacana. Aprendendo a apreciar coisas do nosso dia-a-dia, como um sorriso ou um lanche no Mc Donalds, seremos sim mais alegres e confiantes.( Que isso Heleno? Um lanche no Mc Donalds pode nos deixar mais confiante?- SIM..Você já comeu um Mc Flury de Mini-Bis com seus amigos apenas pra ganhar um copo de vidro da Coca-Cola?).
Mas vale a pena ressaltar: ser otimista não significa forçar a barra para estar alegre o tempo todo. Afinal, a tristeza tem seu papel fundamental em nossa vida.
Devemos aceitar as emoções como medo, melancolia e ansiedade são naturais. Só dessa forma conseguiremos superá-las de forma fácil.
Na ânsia de ser feliz, muitos recorrem a medicamentos, sobretudo os antidepressivos. Posso ser bem sincero? Nunca fui triste, e tomo esse tipo de remédio.. Será que essa é a utilidade deles?
Só pra constar, essas drogas possuem eficácia quando se trata de distúrbios;pois age sobre o afeto negativo patológico não afetivo.
Ignorar as melancolias é deixar de aceitar parte de nossa própria personalidade.
Não se obrigue a ser feliz!
Vou virar escritor de auto-ajuda. Zuera!
Be Happy!


( Escrevi esse post meio correndo, então deve tá cheio de erros de concordância! Mals aê!)

Um comentário:

Letícia Pimentel disse...

Sim, eu já comi Mc Flury de Mini-Bis com meus amigos só pra ganhar um copo de vidro da Coca-Cola =)

Olha, acho que você tem futuro como escritor de auto-ajuda heim.
Realmente tenho que concordar que precisamos ser mais otimistas...

Mudando de assunto, é uma pena você não ter sido apresentado de uma forma legal ao Teatro Mágico, mas acredite isso tem jeito ainda... rs

Até mais, beijos =*